novembro 2014 - Norberto Rotter
0
View Post
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E EMPREGABILIDADE

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E EMPREGABILIDADE

Cada dia mais o quociente emocional (Q.E.) se torna tão ou mais relevante que o quociente intelectual ( Q.I.) na avaliação das mais diversas posições disponíveis no mercado. De acordo com Goleman (1998) em “Inteligência Emocional”, seu best seller o qual recomendo, inteligência emocional em resumo é: “…capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos.”. Para ele, a inteligência emocional é a maior responsável pelo sucesso ou insucesso dos indivíduos. Como exemplo, recorda que a maioria das situações de trabalho é envolvida por relacionamentos entre as pessoas e, desse modo, pessoas com qualidades de relacionamento humano como afabilidade, compreensão e gentileza, têm mais chances de obter o sucesso. Ele divide o estudo em 5 habilidades: 1. Autoconhecimento Emocional – reconhecer as próprias emoções e sentimentos quando ocorrem; 2. Controle Emocional – lidar com os próprios sentimentos, adequando-os a cada situação vivida; 3. Automotivação – dirigir as emoções a serviço de um objetivo ou realização pessoal; 4. Reconhecimento de emoções em outras pessoas – reconhecer emoções no outro e empatia de sentimentos; 5. Habilidade em relacionamentos interpessoais – interação com outros indivíduos utilizando competências sociais.

Portanto, esteja atento a sua Inteligência Emocional e o quanto ela pode fazer por sua carreira. Existem dezenas de testes disponíveis no Google onde você pode fazer uma avaliação prévia, analisar, mapear seus limitadores e buscar seu auto-aperfeiçoamento.

Um ótimo final de semana a todos.

0
View Post
TER UM SÓCIO!? É BOM NEGÓCIO?

TER UM SÓCIO!? É BOM NEGÓCIO?

Não tenho lembrança de quantas vezes alguém me fez esta pergunta, nem quantas vezes vi tentativas frustradas de sociedade. Como colunista, preciso ter a responsabilidade de alertar meus leitores para o perigo que representa uma montagem societária. Posso, para não ser pessimista, apontar vários casos de sucesso onde encontrei sócios alinhados em objetivos, comportamentos, exemplos e modelos de gestão harmônicos, mas isto posso afirmar que representa uma raridade. Em geral as sociedades são montadas mais no poder financeiro que se completam do que na identidade real com o negócio, seus  objetivos, rotinas e metodologias de gestão.  Desta forma, muitos empreendimentos fantásticos e potencialmente rentáveis que atendem as necessidades mercadológicas da comunidade, sucumbem aos conflitos, diferenças de postura com relação aos clientes e de relacionamento com os mesmos.

Assim posso aconselhar a todos os leitores que, antes de firmar uma sociedade verifique: a) Sua identidade de propósitos com seu sócio; b) Se serão capazes de adotar padrões e métodos modernos, inovadores pertinentes à atividade; c) Se serão capazes de ter a humildade suficiente para dividir responsabilidades e decisões; d) PRINCIPALMENTE, se estarão harmônicos nas ações de RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES;

Lembre-se, capital físico e financeiro não garantem mais sucesso nos negócios. Um ótimo relacionamento com seu Capital Humano e com seus clientes é o grande segredo para o sucesso. Isto significa ter juízo.

Um ótimo fim de semana a todos!

0
View Post
SUA EMPRESA TEM UMA SALA DE TREINAMENTOS?

SUA EMPRESA TEM UMA SALA DE TREINAMENTOS?

O jogador de futebol treina seis horas por dia, o tenista oitos horas diárias, o atleta de voleibol até doze horas diárias, e por aí vai… E você, quantas horas dedica ao treinamento da sua equipe?

Os colaboradores da sua empresa precisam de treinamento mais do que salários, pois o treinamento lhes garantirá fazer jus ao salário recebido!

As Micro e pequenas empresas relegam a responsabilidade sobre o treinamento a instituições como Senac, Sebrae entre outras. É claro que estas instituições prestam relevantes serviços aos seus setores mas nada substituirá o treinamento específico à atividade que sua empresa exerce. E quem é o responsável por este treinamento quase que diário? O gerente, o líder. Nestas horas o refeitório, a sala do café, até a loja (se pequena), após ou antes do expediente, passam a ser salas de treinamento. De rever processos, situações difíceis, clientes irritados, código de defesa do consumidor, colher sugestões da equipe, modificar procedimentos, planejar ações de venda e pós venda, e isto SEMANALMENTE.

Sua empresa é feita de pessoas e pessoas precisam saber o que você quer delas. Isto significa ter juízo.

“ Sem ser treinado ninguém está preparado”

Um ótimo fim de semana a todos!

0
View Post
ABRIR UM SEGUNDO NEGÓCIO SIM; MAS SEM DESCAPITALIZAR O PRIMEIRO!

ABRIR UM SEGUNDO NEGÓCIO SIM; MAS SEM DESCAPITALIZAR O PRIMEIRO!

É comum que empresários empreendedores corajosos e de sucesso no seu primeiro empreendimento, se percam pelo afã de enriquecimento rápido, descapitalizando suas primeiras empresas lucrativas para investir em uma segunda, terceira ou várias outras empresas  pela precipitada euforia com o sucesso inicial da primeira. Resultado? Correr para salvar o estrago, reconduzir e reverter este processo, fechar lojas, leiloar estoques, devolver ponto comercial, controlar ações trabalhistas, entre outros problemas causados pela derrota da ambição para a falta de planejamento estratégico e plano de negócio.

Não raro encontrar empresas onde nem o primeiro negócio lucrativo suportou o endividamento causado pela expansão.

Para investir num novo negócio, em ampliação da rede de lojas, novas filiais e novos empreendimentos, é preciso ter lucidez, responsabilidade e submeter seu novo projeto a um novo Planejamento Estratégico, a um novo PLANO DE NEGÓCIOS!

É preciso ser forte e resistir à ambição natural, aos impulsos de conquistas, ao falso status. É preciso sobretudo ser responsável com o patrimônio conquistado. Isto é ter juízo.

Um ótimo final de semana a todos!

0
View Post
GERENTE LÍDER INCENTIVA SUA EQUIPE A ESTUDAR

GERENTE LÍDER INCENTIVA SUA EQUIPE A ESTUDAR

Num século onde o domínio do conhecimento é vital para as corporações, não se pode mais aceitar gerentes “jurássicos” que buscam cercar-se de colaboradores desinformados. O incentivo ao estudo deve ser uma diretriz de qualquer empresa de pequeno médio ou grande porte. E quem deve ser este incentivador? O Líder. Mesmo que ele não se sinta capaz ou em condições de fazer um curso superior, técnico ou rápido, deve incentivar seus colaboradores a fazê-lo.  Conheci um Gerente Operacional extremamente experiente que tinha apenas o 2º Grau, na época em que não haviam cursos a distância ou pela Internet que incentivassem seus colaboradores permanentemente aos estudos. Mas quando um deles se formava, ele era o primeiro da fila na formatura aplaudindo seu subordinado.

Um Líder transformador, como dizia Deming, tem como tarefa primordial formar outros líderes transformadores. Eu pessoalmente acredito que um Gerente que após dois anos no mínimo de empresa que deseje sair, e não tenha em seus quadros alguém capaz de sucedê-lo com competência, fracassou.

Formar novos líderes é uma tarefa magnânima gerencial, e verdadeiros líderes o fazem com maestria; Isto é ter juízo.

Um ótimo final de semana a todos!

 

0
View Post
NADA NA EMPRESA É SEU (Salvo suas competências)!

NADA NA EMPRESA É SEU (Salvo suas competências)!

Em diversos processos de desenvolvimentos empresariais como Consultor e até nos meus tempos de executivo, quando algumas mudanças de layout de escritório se faziam necessárias alguns problemas apareciam, e por incrível que pareça eles se repetem nos dias de hoje. Colaboradores colocando resistência em mudar de sala, de mesa e/ou de equipamentos, referindo-se erroneamente aos velhos chavões “mas a minha sala”, “mas a minha mesa”, etc.

O ser humano é um ser conquistador e é natural sua necessidade de estabelecer “posses” mesmo que estas não sejam reais; no mundo corporativo, esta ilusão se torna mais gritante. Nossa mesa e nossa sala passam a ser nosso “porto seguro”. Temos a sensação que estes objetos físicos nos dão status e segurança quando a verdadeira segurança é ancorada pela nossa ação realizadora e nossa capacidade de aceitar as mudanças como oportunidades de crescimento, como verdadeiros desafios. Numa indústria madeireira implantamos uma mudança de layout que determinou que o Supervisor Operacional abandonasse sua sala cheia de mordomias e status físico para ocupar uma mesinha no meio do pátio de Produção. Aceitando com segurança e humildade a mudança, o Supervisor em três meses foi promovido a Gerente aumentando seu salário em 300%. Isto é ter juízo.

Quando alguém lhe propor algum tipo de mudança no seu posicionamento físico e que seja inteligente quanto à produtividade, abra mão de sua vaidade visual, enfrente o desafio e prove ser um profissional moderno. Prove seu valor, ele será sempre maior que uma mesa ou uma sala.

Um ótimo final de semana a todos!