abril 2013 - Norberto Rotter
0
View Post
SITE “RECLAME AQUI”, LOJISTAS EM ALERTA!

SITE “RECLAME AQUI”, LOJISTAS EM ALERTA!

       Na era digital, as regras de relacionamento dos clientes com os fornecedores de produtos e serviços também sofrem alterações vertiginosas. A web hoje é uma ferramenta valiosa para o relacionamento  dos consumidores 2.0,  aqueles que utilizam a tecnologia em seu dia a dia, do celular, do Twitter, Orkut, Facebook nas relações de consumo. Se por um lado crescem os erros e prejuízos causados aos consumidores  junto com o crescimento  do consumo, por outro lado surgem para ficar livres  iniciativas de defesa deste mesmo consumidor. Um exemplo disto é o site “RECLAME AQUI”.  
     O site “Reclame Aqui” é o espaço do consumidor na Internet. Nele o consumidor pode exercer sua cidadania expressando sua reclamação quanto a atendimento, compra, venda, produtos e serviços. O sistema de reclamações é aberto a qualquer cidadão. Sem qualquer custo a reclamação é publicada e um aviso é encaminhado via e-mail à parte reclamada. As empresas poderão responder a qualquer momento, publicando assim sua resposta à reclamação do cidadão, bastando apenas estarem cadastradas no site (totalmente GRATUITO). As reclamações cadastradas irão gerar um ranking sempre atualizado das empresas conforme critérios de número de reclamações, tempo de resposta, ausência de resposta, índice de solução, número de avaliações, nota do reclamante e outros dados. O sistema é totalmente automatizado, não havendo interferência de operador na geração dos dados do ranking.  Resultado, um sucesso que aumenta ano a ano.
       Lojistas e prestadores de serviço estão em alerta, não só respondendo  as reclamações dos clientes do site mas, principalmente, tomando medidas corretivas internas para melhoria das relações de consumo com seus clientes. No final,  todos ganhamos com isto.
Um ótimo final de semana para você!

Norberto Rotter 

0
View Post
QUANDO AS TI’S DÃO BONS LUCROS

QUANDO AS TI’S DÃO BONS LUCROS

         É inegável a importância estratégica dos diversos programas ofertados às empresas pelo mercado de softwares para os controles administrativos, financeiros, logísticos, de vendas, de relacionamento com os clientes enfim, já que difícil será encontrar alguma atividade que não possua uma tecnologia de informação disponível no mercado.

        No entanto é preciso ter cuidado. Posso afirmar que de cada dez empresas que visito para  diagnóstico consultivo, nove possuem o que chamo de “máquina de escrever eletrônica”. Em suma, a empresa adquiriu um programa que custou um valor considerável, em relação ao seu faturamento e, só utiliza uma mínima parte do que o programa adquirido oferece, não passando de 20%, em média, do universo de módulos ofertados.

        Via de regra entre os mais variados motivos destaco: usuários despreparados, fornecededoras de softwares mais preocupadas em vender do que manter os programas vendidos, muitas vezes vendendo uma quantidade de programas acima da sua capacidade de suporte mas, principalmente, empresas compradoras de softwares despreparadas para planejar a aquisição, dimensionar o que realmente necessitam, pesquisar exaustivamente o melhor fornecedor e para celebrar contratos inteligentes que lhes proporcionem não apenas um bom programa, mas um fornecedor sério, comprometido, de nome reconhecido, que lhe dê efetivamente a garantia de uma implementação meticulosa de todos os módulos até que estes passem a oferecer aos gestores os relatórios esperados, com o máximo de acuracidade desejada, inclusive contemplando multas pesadas, no caso do não cumprimento das cláusulas contratuais por parte do fornecedor do software. Infelizmente as micros, pequenas e médias empresas são, invariavelmente, alvo fácil dos aproveitadores.

               Fica aqui a dica: antes de adquirir um software para sua empresa busque ajuda especializada, planeje cansativamente, consulte sua equipe, compare os programas e também as empresas fornecedoras, consulte outras empresas que já utulizam o programa que lhe interessa, garanta em contrato a instalação completa de todos os módulos. Sem isto, melhor continuar com seus controles manuais, sem jogar dinheiro pela janela.

Um ótimo fim de semana a todos.

Norberto Rotter

0
View Post
MISSÃO: RETER TALENTOS

MISSÃO: RETER TALENTOS

        Olá,  falamos em algumas edições passadas sobre a importância de selecionar talentos de maneira profissional, também que a maioria dos problemas que um contratado pode dar, durante o tempo que permanecer na empresa, é eliminada por uma seleção criteriosa.

        Mas é importante lembrar que de nada adiantará contratar os melhores se não houver na empresa políticas claras para a retenção destes talentos. Esta é a missão prioritária da empresa moderna de qualquer porte. Um funcionário contratado representa um grande investimento em treinamento, impostos, mobilização de recursos humanos, materiais de apoio ao seu trabalho, etc. e, caso ele não venha a permanecer na empresa por qualquer motivo, o investimento virará um gasto, até um prejuízo financeiro, além de acarretar perda da continuidadedos processos, queda da qualidade e perda de clientes.

         Diversos fatores devem compor a política de retenção de talentos, a saber, resumidamente: um ambiente de transparência, feedbacks precisos, frequentes e justos, a existência de normas e procedimentos, avaliação de desempenho no mínimo mensal, ações competentes de liderança, vigência de espírito de equipe, remuneração justa, reconhecimento pontual pelo desempenho meritório, um pacote mínimo de benefícios sendo diferencial um plano de saúde médico e odontológico, confraternizações mensais que sejam norteadas pela organização, pela franca amizade e harmonia, entre outras.

          Portanto fique de olho. Trate de medir a rotatividade do seu pessoal mensalmente e implementar as medidas necessárias para reduzi-la a padrões aceitáveis.  O capital humano é o maior capital que sua empresa possui e tudo que lhe for oferecido lhe será devolvido cem vezes.

         Um ótimo final de semana.
         Norberto Rotter
0
View Post
TRANSPARÊNCIA É MOTIVACIONAL

TRANSPARÊNCIA É MOTIVACIONAL


Olá, é ainda comum no mundo empresarial encontrar nas micro, pequenas, médias e até grandes empresas alguém ouvindo ou repetindo baixinho e em segredo velhas frases como “Fecha aí a porta!”  ou  “mas não fale nada para ninguém”. De nada adianta o repetido anseio de alguns empresários que “gostariam muito que ‘eles'”  agissem como se a empresa fosse “deles”, sendo que “eles” tem de trabalhar o tempo todoàs escuras” num emaranhado de segredos inúteis (que mais cedo ou mais tarde todos ficarão sabendo) como salários, vales, promoções, demissões, projetos futuros, faturamento, comissões, etc. São portas fechadas, que no final escondem uma única coisa, a desconfiança vigente no ambiente de trabalho.
Nenhum caminho é bom quando não sabemos para onde estamos indo. Faltando transparência falta informação, faltando informação falta motivação. Transparência significa limpidez, clareza, nitidez e pureza, e esta diretamente relacionada com a necessidade do seu colaborador de saber como, onde e porquê a empresa está agindo de uma forma ou de outra. Empresas modernas, e de qualquer porte, adotam um sistema de gestão transparente onde os colaboradores são permanentemente informados das estratégias, táticas e operações, são comunicados desde os motivos de uma demissão, até dos resultados financeiros, dos motivos das ações, dos projetos futuros, do sucesso, do lucro, do prejuizo, da meta alcançada, da promoção de um colega seguida da confraternização de todos em torno dele, entre outras.
Se queremos que nossos colaboradores cheguem integros da caminhada em busca do objetivo empresarial, é necessário que eles saibam o tempo todo, dos trajetos bons e maus dos caminhos percorridos e a percorrer. Logo, transparência além de motivacional dá lucro.
Um bom fim de semana a todos!