março 2013 - Norberto Rotter
0
View Post
PROCESSO SELETIVO 10 x 0 BAIXO DESEMPENHO

PROCESSO SELETIVO 10 x 0 BAIXO DESEMPENHO


 Olá! Quando escuto as queixas de gerentes e empresários reclamando da qualidade da sua mão de obra enfatizo que o baixo desempenho dos colaboradores se devem a três fatores: Falha na contratação, falha no treinamento ou falha da liderança. Destes o processo seletivo recebe destacada importância por ser a “porta de entrada” sem a qual os outros não existiriam.
Um ótimo processo seletivo resolve cerca de 90% dos problemas que as empresas organizadas enfrentam com seu pessoal. Infelizmente em geral, as pessoas são contratadas as pressas, por parentesco, por indicação de amigos ou funcionarios do setor, por estarem enfrentando dificuldades, para retribuir favor pessoal, enfim, pelos mais diversos motivos anti-profissionais imagináveis e que navegam na contra-mão da eficiência e profissionalismo desejados para aquela função.
Contratação é como penalti em final de copa do mundo. É por certo um dos atos de maior importância e “nobreza” dentro da atividade empresarial de qualquer porte, seja numa quitanda seja numa grande corporação. A empresa não está selecionando funcionários mas “incluindo vidas” na sua empresa.
Para isto é preciso anunciar a vaga ao invés de pedir indicações, examinar longamente curriculos ao invés de chamar o primeiro que aparece, fazer longas entrevistas e em sala reservada, verificando comportamento, personalidade, os gostos, o histórico passado em outras empresas etc. ao invés de conversar com o candidato sumariamente, de pé, em corredores, na correria da rotina da empresa;  utilizar métodos que estão ao alcance de todos via internet e livros. E se não se sentir capaz disto, contratar um profissional ou empresa especializada em fazê-lo.
Perceberá o enorme valor de uma contratação profissional e que todo o investimento que dedicar a ela lhe será devolvida 100 vezes pelo contratado.
Um bom final de semana a todos!
0
View Post
O GERENTE GARÇOM

O GERENTE GARÇOM

O leitor já percebeu como gosto da fazer ligações conceituais entre personagens comuns com a liderança da rotina empresarial.

Hoje vou falar do que chamo de “Gerente Garçom”.

Já observaram como age o garçom competente?

Ele é rápido nas decisões, anda de cabeça erguida atento a tudo que acontece ao seu redor, ao mínimo sinal do “freguês” aproxima-se velozmente para atender as necessidades do “seu cliente”, é em geral prestativo, bem humorado, além de tratar todos os clientes da mesma forma não importando se é rico ou pobre, simplesmente age para “resolver o problema” e atender necessidades. Ouve paciente e atentamente as queixas e necessidades do cliente e com a mesma rapidez atende estas necessidades, porque sabe que da satisfação dos clientes dependem seu emprego e salário.

O Gerente “Garçom” está sempre atento as necessidades dos seus clientes internos (colaboradores). Ao mínimo sinal de dificuldade da sua equipe corre para auxiliar, solucionar; atende pacientemente as queixas e reinvidicações do seu pessoal, dá um tratamento indistintamente justo e igualitário a todos, dedicando a mesma atenção ao subordinado engenheiro dado ao subordinado servente, entendendo que o verdadeiro líder, como o garçom, não escolhe pessoas mas distribui soluções, consciente de quanto mais assistidos seus colaboradores, mais eficientes serão no atendimento dos clientes finais, porque sabe que da satisfação dos seus colaboradores depende sua sobrevivência pessoal e profissional.

O “Gerente Garçom” mais do que ser servido, serve seu time com apoio, atenção, rapidez nas decisões e soluções! Adote esta atitude de liderança.

Um ótimo final de semana a todos!

Norberto Rotter

0
View Post
PONTUALIDADE E  QUALIDADE PESSOAL

PONTUALIDADE E QUALIDADE PESSOAL


Um engano comum nas relações corporativas seja na relação com os clientes internos seus líderes, pares e subordinados é acreditar que quando atrasamos a entrega do produto para uma pessoa ficamos devendo única e apenas a ela o que foi solicitado.
Quando falamos de “produto” é importante lembrar que significa muito mais do que uma simples mercadoria, também é considerado produto o resultado final de qualquer trabalho, que pode ser um relatório, uma mercadoria, uma informação, uma resposta, um e-mail desde que seja solicitado para resolver um problema do seu cliente imediato.
Encarar sua ligação seguinte como um cliente é fundamental. Mas é preciso que o profissional de qualquer área tenha o profissionalismo e a consciência de que quando o cliente espera a entrega do produto solicitado e não recebe no prazo solicitado, não é apenas ele que fica prejudicado em sua vida ou seu trabalho, mas um conjunto de outras pessoas e compromissos que o cliente interno ou externo mobilizou na espera da entrega comprometida.
Quando uma loja deixa de entregar no prazo uma mercadoria na casa do cliente tenha a certeza que estará frustrando sua família, a programação de uma obra, a montagem de uma sala. Quando deixar de entregar um relatório estará comprometendo um processo, uma decisão, em última análise, um conjunto de ações  decorrentes, bem como do andamento do trabalho de um número considerável de pessoas que estariam envolvidas na continuidade daquele trabalho ou tarefa.
Portanto seja pontual, seja responsável para com sua ligação seguinte, seu cliente   e os compromissos que seu cliente firmou com outras pessoas importantes na sua rotina de vida e de trabalho.
Um ótimo fim de semana!
Norberto Rotter